O Meu Corcel

Agora umas fotos do meu cavalinho quando ele me deu o primeiro coice.

Em seus tons de marrom terracota ao castanho mandioca texturizado. Com leite de cabra no cárter. Horríveis bancos do Corsa. Seus três pneus cortados e 1 furtado, sem foros das portas. Um volante mais feio que …..

Mas o fato de eu estar lá, já ter metido o pobre do meu amigo Cris nessa roubada, (eu não odeio o Cris). O mínimo a ser feito era carregar a Mandi, nome carinhoso devido a cor atual, segundo Cris Castanho Mandioca, depois descobri que Corcel tem Bojo, então o apelido caiu bem pra ela.

Deixe uma resposta